Saiba como evitar infiltração com 7 maneiras práticas!

Quando se trata da manutenção de edificações, um dos problemas mais comuns são as infiltrações que podem ocorrer em diversos cômodos, como banheiros, cozinhas e outros cômodos próximos. Assim, é importantíssimo que os profissionais estejam prontos para tomar medidas que irão evitar infiltração nas paredes do prédio.

Como na grande maioria dos problemas, a maior arma contra as infiltrações é preveni-las, isto é, tomar medidas e usar materiais que irão evitar infiltração. No entanto, quando a situação já está ocorrendo, existem algumas formas de mitigar os prejuízos, tratando sua causa e evitar o agravamento da infiltração.

Combater e evitar infiltração é essencial para a manutenção das edificações, isso se dá, principalmente, pois em casos graves e não tratados de infiltrações, elas podem causar danos estruturais ao imóvel. Onde por um problema não tratado pode provocar até mesmo a necessidade de abandonar o imóvel.

É importante, então, que os cuidados em relação a evitar o surgimento de infiltrações. No entanto, por vezes o problema surge posteriormente, e dada essa grande importância, criamos esse conteúdo para te auxiliar a compreender o risco que uma simples infiltração pode causar e como evitar seu surgimento de forma simples e prática.

O que são infiltrações

Tratamos como infiltração o processo em que a água, ou outro líquido, penetra as estruturas de um imóvel, o que pode causar prejuízos ao proprietário ou mesmo danos estruturais à edificação. Para evitar esse problema, é importante a impermeabilização das áreas que podem estar mais expostas a líquidos que podem infiltrar na estrutura.

O que as infiltrações podem causar

Dentre os prejuízos e danos que podemos citar como os principais e mais evidentes causados pela infiltração estão:

Manchas;

Rachaduras;

Danos ao revestimento;

Curto circuito na instalação elétrica;

Oxidação da armadura das estruturas;

Entre outros.

7 maneiras práticas de evitar infiltrações

Para evitar infiltração é necessário que se esteja atento desde o processo de construção, onde ao se tomar algumas medidas é possível evitar que problemas piores possam surgir no futuro. Além disso, cuidados básicos e rotineiros são grandes ferramentas para se proteger de infiltrações.

Dividimos os cuidados para evitar infiltrações em duas categorias principais, sendo elas os cuidados que devem ser tomados durante a construção e aqueles que podem ser tomados durante o dia a dia de ocupação da edificação.

Durante a construção

Impermeabilizar as paredes externas

Como um dos principais e primordiais objetivos da habitação, é proteger seus moradores das intempéries, dentre eles a chuva, é de se esperar que se deva ter em mente que a parte externa da edificação estará exposta a chuvas, neve, sol, e demais intempéries.

Assim, é importante que seja construída de modo que ela possa suportar e proteger o interior. Para isso, é importante que a impermeabilização seja feita corretamente, utilizando tintas e aditivos impermeabilizantes na argamassa. 

 Além disso, também é recomendado utilizar impermeabilizantes na altura que terá mais contato com água. Isso irá evitar infiltração na parede.

Impermeabilizar paredes internas de áreas molhadas

Além das áreas externas, alguns cômodos da edificação terão contato com água de forma mais comum que os demais. As chamadas áreas molhadas, como banheiros, cozinha e área de serviço, são alguns exemplos de áreas molhadas onde podemos recomendar a impermeabilização de paredes e pisos, evitando que a água de uma lavagem possa se infiltrar na estrutura.

Impermeabilizar as lajes, vigas baldrame e fundações rasas

Assim como as paredes, as lajes têm a função de proteger o interior da edificação, sendo necessário então uma impermeabilização de qualidade. Além disso, vigas baldrame e fundações rasas, por estarem em contato direto com o solo, precisam estar devidamente impermeabilizadas para que se evite infiltrações que possam afetar a sua estrutura.

Verificar a integridade das tubulações

Durante a instalação das tubulações, torneiras, chuveiros e a própria caixa d’água, é importante que se esteja atento a sua integridade antes da instalação e cuidado durante a própria instalação do equipamento, para que não quebre ou ocorra rachaduras. Assim, evitando infiltrações decorrentes de vazamentos na tubulação.

Durante a rotina na habitação

Estar atento a telhas quebradas

Agora, durante a utilização do espaço no dia a dia, é importante estar atento para telhas quebradas ou rachadas, pois podem permitir a infiltração da água da chuva, além de outros problemas como pestes.

Deste modo, ao se ter telhas quebradas pode causar infiltrações, pois podem expor estruturas e elementos que podem não ter a impermeabilização correta. Mesmo que a edificação seja lajeada, este cuidado é importante, pois poderá ocorrer o acúmulo de água na laje, que pode gerar infiltrações, pestes e até mesmo cargas desnecessárias à estrutura.

Manter a manutenção das tubulações em dia

Assim como a atenção durante a instalação, é importante que se mantenha uma rotina de manutenção das tubulações. Com isso, é possível identificar situações em que pode ocorrer rachaduras nas tubulações, e caso já tenha ocorrido, é possível identificar antes que se torne um problema muito grande.

Evitando, ou apenas reduzindo o tempo de vazamento das tubulações em paredes e lajes, a manutenção uma grande redução de danos a estrutura, sendo necessário apenas consertar o vazamento e após isso cuidar da parede.

Se atentar a rachaduras

As rachaduras são uma das principais portas de entrada de água nas paredes e nas estruturas. Sendo assim, é preciso estar sempre atento as rachaduras na edificação, que podem ocorrer por diversos fatores, desde os mais banais como a acomodação da própria estrutura da edificação, tremores de terra, deslocamento do solo até por causas mais preocupantes, como uma infiltração vinda desde o solo que pode afetar a armadura da estrutura, comprometendo aquele elemento estrutural, ou mesmo toda a edificação.

Assim como uma causa, as rachaduras podem ser um sintoma de uma infiltração naquele elemento, onde a infiltração conseguiu atingir a armadura da edificação e lá provocou sua oxidação, o que fez com que inchasse e causasse essa rachadura e pode se agravar até a quebra daquela estrutura.

Observar a impermeabilização dos pontos críticos

Por fim, para evitar infiltração é importante se manter atento a impermeabilização dos pontos críticos, como áreas externas, áreas molhadas e estruturas, pois com o tempo podem surgir falhas na impermeabilização, possibilitando a invasão da água no elemento.

Banners do Rock Convert copiar min 1
Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados