Impermeabilização de Parede: saiba como ela é útil contra as infiltrações

Um dos problemas mais comuns em construções, principalmente as paredes, são as infiltrações. Elas não apenas causam problemas bastante desagradáveis esteticamente, mas também podem causar até mesmo problemas estruturais na edificação.

Quando surgem infiltrações, geralmente, são decorrentes de algum problema maior, como vazamentos em encanamentos e reservatórios, ou até mesmo a água do solo infiltra a parede, quando não está corretamente impermeabilizada.

Ao se construir uma casa, por exemplo, se fazer uma impermeabilização de parede de qualidade garante que se tenha uma maior segurança e o revestimento não seja atingido pela infiltração.

Nessa publicação vamos falar sobre impermeabilização de paredes, dar sua conceituação, importância e finalmente como aplicá-la na sua edificação da forma correta.
 

Banners do Rock Convert copiar min 1

O que é impermeabilização de parede

Antes de tudo, precisamos compreender o que é a impermeabilização em si. A impermeabilização tem como função impedir a passagem de água de um lado para o outro. Assim, a impermeabilização de paredes visam impedir que a água que pode estar exposta em algum ponto interfira na sua integridade.

As paredes externas e de áreas molhadas, como banheiro, cozinha e área de serviço, devem ser propriamente impermeabilizadas, já que haverá uma grande possibilidade de estarem em contato com água por um longo período.

Uma boa prática é a de adicionar aditivos impermeabilizantes na argamassa de reboco. Existem vários tipos de produtos no mercado e, É, portanto, importantíssimo que se tenha um profissional qualificado na equipe.

O reboco então, passará a ter propriedades impermeabilizantes que irão evitar que ocorra infiltrações na parede. Já para paredes externas, o ideal é se utilizar também de pinturas com tinta impermeável, as de base acrílica.

Em casos onde a construção já foi finalizada e vieram a surgir infiltrações posteriormente, é necessário que se faça uma intervenção na parede em si, isto é, deverá se executar uma reforma na parede.

Também devemos lembrar que é importante se atentar às razões da infiltração, que muitas vezes podem surgir por falta de impermeabilização do baldrame da edificação, levando a umidade do solo para as paredes.

Por que impermeabilizar as paredes?

Como já citamos nessa publicação, não se ter uma impermeabilização de qualidade nas paredes podem gerar diversos problemas. As infiltrações são os tipos mais comuns de problemas causados pela má impermeabilização.

Essas  infiltrações podem causar problemas estéticos,  causando desde manchas, descolamento do revestimento até ao desplacamento do próprio reboco da parede. Esses problemas não afetam apenas a estética do edifício, mas também podem causar acidentes, causado por um pedaço grande de reboco se desprendendo da parede.

A maioria das estruturas utilizadas são constituídas de aço, as infiltrações podem causar danos estruturais à edificação. Pois, a infiltração pode permitir que a armadura metálica da construção entre em contato com a umidade, causando a oxidação da mesma.

Ao oxidar, o aço irá aumentar seu diâmetro, o que causa o surgimento de trincas e rachaduras, que causa o enfraquecimento da estrutura, e consequentemente compromete o prédio na totalidade.

E como fazer a impermeabilização de paredes?

Agora que temos todas essas informações sobre a importância da impermeabilização de paredes, vamos conhecer como executar essa impermeabilização. 

Primeiramente, precisamos conhecer quais as principais causas de infiltração:

Laje mal impermeabilizada

A primeira causa ocorre, principalmente, quando se tem uma laje sem proteção que é um dos tipos que mais apresentam problemas de infiltração umidade na construção. 

Lajes de cobertura que não recebem o tratamento correto permitem que a água percorra causando problemas não só a ela, mas também a outros elementos da estrutura.

Chuva na parte externa

Com o tempo, é natural que surjam pequenas fissuras e rachaduras nas paredes, decorrentes de movimentação da estrutura, recalques e outros fenômenos. 

No entanto, essas fissuras permitem que a água da chuva infiltre na parte externa da parede, e a partir dessa infiltração causar os diversos problemas que já comentamos.

Vigas baldrame e fundações rasas sem a impermeabilização necessária

Essa causa também é muito comum, devido a uma falha durante a impermeabilização da fundação durante a construção, que pode permitir a infiltração da umidade do solo na estrutura.

Vazamento em tubulações

Em paredes e pisos são fixados a tubulação de água e esgoto da edificação, portanto, ao haver vazamentos nesses elementos, pode haver infiltração na parede e piso da edificação.

Mas como se faz a impermeabilização de parede? Vamos falar sobre duas possibilidades separadamente, a primeira quando a obra ainda está em processo de construção e a segunda quando o prédio já foi completamente construído e o problema surgiu posteriormente.

Impermeabilização de parede na fase de obra

Durante a construção, é o melhor momento para se atentar a impermeabilização de parede, e também é muito mais fácil fazê-lo durante essa etapa. 

É importante, que se tenha atenção a essa atividade, para que não se tenha infiltrações causadas pela falta de impermeabilização. Boas práticas como a adição de impermeabilizantes na argamassa do reboco de áreas molhadas e externas ajudam a impermeabilização do edifício.

Os aditivos são dos mais diversos tipos e são compostos de polímeros vinílicos e misturados durante a preparação da argamassa. O ideal é que essa adição seja feita sob a supervisão de um profissional qualificado.

Além disso, em áreas externas se deve utilizar tintas acrílicas para a pintura das paredes. Essa tinta impermeável ajuda na proteção da parede da umidade externa, assim como da chuva.

Como já foi dito, durante a construção também é importante se impermeabilizar as vigas baldrame e as lajes, para que não ocorra a infiltração da umidade do solo e das chuvas, respectivamente.

Para as vigas baldrame, deve ser aplicado tinta asfáltica, que deve ser aplicada cuidadosamente para que não se tenha espaço para infiltração. Enquanto as lajes apresentam diversas formas de impermeabilização, a mais comum é a utilização da manta asfáltica.

Impermeabilização de parede depois da fase de obra

Agora no caso de uma obra já finalizada, temos um nível mais elevado de dificuldade, pois para se realizar a impermeabilização de parede, é necessário que se retire toda a pintura e reboco existente na parede.

Após essa exposição, se deve selar todas as fissuras que possam existir, para que se evite a percolação da água. O próximo passo é a aplicação do chapisco com aditivos impermeabilizantes, com uma argamassa também aditivada se preparar o reboco e por fim a realização dos acabamentos e pintura final, de preferência com tinta acrílica.

Carta NCiv 1
Banners do Rock Convert copiar min 1
Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados