Índice OEE: para que serve e como calcular

Manter uma boa produtividade na nossa empresa é algo importantíssimo, principalmente pelos custos que surgem ao longo do caminho. 

A produtividade e efetividade de um equipamento são muitíssimo importante para as empresas e indústrias.

Para que seja feita essas medições de produtividade são usados indicadores, que comparam os recursos com a entrega. 

Isto é, a capacidade de produzir mais em um determinado período de tempo.

E um desses indicadores é o OEE.

Não sabe ainda o que é? Então descubra agora porque ele deve ser mensurado e o passo a passo exato para calcular ele.

O que é o índice OEE

OEE (Overall Equipment Effectivenessé um indicador muito utilizado em metodologias de TPM (Total Productive Maintenance) para que medir a eficiência global das organizações.

Ao traduzirmos temos: eficácia geral da máquina, o que evidencia a função do OEE como um indicador de disponibilidadeperformance qualidade

OEE ganhou bastante popularidade com a expansão da manufatura enxuta, ou Lean Manufacturing, sendo amplamente usado em empresas que adotam essa filosofia enxuta.

A popularização do OEE foi tão grande que, até mesmo em empresas que não adotam a filosofia de Lean Manufacturing, passou a ser aplicada. 

Um fator que contribuiu muito para ser largamente utilizado é por apresentar de forma simples, fácil e direta a efetividade do equipamento que estamos utilizando.

Indica quantos itens bons o equipamento produziu, ao compararmos com a quantidade de itens bons que o equipamento tem capacidade de produzir em estado normal ou de novo.

Para resumir, o OEE permite às empresas monitorar e calcular todo o desempenho de seu conjunto de máquinas, identificar as altas e baixas na produção, e os pontos de melhoria

O quão rápido se produz e quando as máquinas ficam disponíveis para operar, são algumas das perguntas que são possíveis de responder a partir do OEE.

Qual a importância do índice OEE para sua indústria?

O índice OEE pode ser considerado um índice integrador de áreas, pois a partir dele se tem informações do desempenho de todas a fábrica. 

E por este mesmo motivo, toda a fábrica deve trabalhar em conjunto para a sua melhoria.

Os dados fornecidos pelo OEE também são utilizados para tomadas de decisão estratégica. 

E através dele a alta gestão consegue visualizar a real capacidade da fábrica em atender a demanda, e assim decidir como poderá agir para melhorar isso.

Até mesmo pequenas melhorias no OEE podem proporcionar uma grande melhoria no resultado da fábrica. 

Assim, investimentos na melhoria desse índice irão rapidamente retornar, por exemplo, ao se investir na aquisição de um novo equipamento, esse retorno se dará rapidamente visto que se estará produzindo mais.

Como calcular o índice OEE na prática?

Para o cálculo do OEE, é importante saber que ele desmembra a eficiência em três indicadores que o compõem para o cálculo, são eles: 

  • Disponibilidade;
  • performance;
  • qualidade.

Disponibilidade

O primeiro indicador que vamos conhecer é a disponibilidade, nela é levado em consideração todos os tempos de parada da linha de produção

Os eventos que ocorrem diariamente, como paradas para manutenção, períodos de falta de material para a produção, setup, entre outros

Temos o exemplo de uma empresa onde há o funcionamento em todos os turnos, considerando que em cada turno se terá uma hora reservada para que sejam feitas refeições, o tempo padrão de produção total da empresa é de 21 horas por dia.

Entretanto, as máquinas não necessariamente irão trabalhar durante todas essas horas

Havendo a necessidade de uma máquina ficar parada por 3 horas, em um determinado dia, por qualquer uma das questões que foram mencionadas anteriormente, o tempo disponível para produção dessa máquina será reduzida em 4 horas, ou seja, 17 horas.

A fórmula para calcularmos a disponibilidade será:

Ao aplicarmos o exemplo anterior, temos:

Ao aplicarmos o exemplo anterior, temos:

Isto é, a disponibilidade daquela máquina serão 80,95% do tempo programado para produção. Ela então esteve disponível para uso nesses 80,95% do tempo padrão de produção.

Performance

performance que compõe o OEE representa a relação entre a velocidade de produção na linha de produção, com a velocidade em que o equipamento foi projetado para trabalhar, isto é:

A redução na velocidade de produção, indicado pelo tempo produtivo real e consequentemente, pela performance, ocorre quando há falhas por parte da eficiência dos operadores, falta de treinamento dos colaboradores ou materiais que não atendem as especificações desejadas para a máquina.

Por exemplo, uma máquina leva 18 horas para produzir 1200 peças, no entanto, só foram produzidas 1000 peças, o que equivale a 15 horas de produção. 

Logo, essas 200 peças produzidas a menos equivalem às 3 horas perdidas.

Portanto, a performance da máquina será abaixo do esperado, como podemos ver ao aplicarmos a fórmula:

Concluímos, então que, a performance daquela máquina será de 83,33% da sua capacidade total. 

O que indica um desempenho de 83,33% do esperado, onde se tomará mais tempo para produzir a mesma quantidade de produtos.

Qualidade

O último indicador que compõe o cálculo do OEE é o indicador de qualidade, nele se relaciona a quantidade produzida que realmente atende os padrões de qualidade, e pode ser utilizada.

Para se calcular a qualidade é importante se ter a informação de alguns termos, são eles:

  • Quantidade produzida: todos os produtos produzidos naquele período, sejam eles descartados posteriormente ou não;
  • Quantidade refugada: aqueles produtos que foram produzidos fora do padrão de qualidade, logo, rejeitados;
  • Quantidade retrabalhada: estes são os produtos feitos para suprir as lacunas dos produtos que apresentaram falhas e foram retrabalhadas.

Como exemplo temos, uma empresa onde foram produzidas 200 peças, 5 destas foram refugadas e 10 foram retrabalhadas. 

Ao aplicarmos na fórmula temos:

Portanto, teremos uma produção com 92,5% de qualidade em seus produtos.

Exemplo de cálculo do índice OEE

Agora que temos todos os índices que compõem o, é possível então, calcular o OEE. Não é necessário nenhuma conta complexa, basta apenas multiplicar os fatores e teremos o índice OEE.

Ao aplicarmos os resultados dos exemplos anteriores temos:

Portanto, temos um OEE de 62,39%, e para aumentá-lo é necessário que toda a equipe esteja ciente e auxilie em tudo que ocorre no chão de fábrica

Conclusão

O índice OEE é uma métrica excelente para entender como usar de maneira eficiente as máquinas da sua indústria e evitar gastos desnecessários com elas.

Porém, poucas empresas adotam essa métrica. Então, se quiser criar uma vantagem competitiva, começar pelo uso índice OEE pode ser um primeiro passo.

Caso tenha dúvida de como escolher a matéria-prima adequada para o seu negócio, você pode nos contatar pelo próprio site ou telefone também, sem maiores compromissos.

Solicite já seu projeto e faça um orçamento! 

Quer conhecer mais sobre engenharia mecãnica? Clique aqui e acesse nossos outros posts!

Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados