5 motivos para investir em um bom projeto arquitetônico

Embora muitas pessoas enxerguem um projeto arquitetônico como uma despesa desnecessária, talvez economizar esse dinheiro não seja a melhor opção, gerando consequências negativas que podem ser permanentes.

Quando se deseja construir ou reformar, uma série de fatores precisam ser levados em consideração. Contudo, apenas um profissional qualificado consegue avaliar os cenários que se encaixam da forma correta nas necessidades dos projetos.

Um bom projeto arquitetônico garante qualidade, segurança e funcionalidade. Sem isso, fica difícil prever os riscos ocasionados por um planejamento ineficiente.

Se você não quer correr riscos, é importante ler esse conteúdo até o final. Trouxemos 5 motivos que farão você considerar o projeto arquitetônico como uma alternativa necessária, reduzindo as chances de possíveis dores de cabeça.

Vamos lá?

Afinal de contas, o que é um projeto arquitetônico?

Um projeto arquitetônico pode ser definido como um conjunto de desenhos e informações que vão servir para guiar uma determinada obra, seja ela uma reforma ou construção.

Através dele é possível prever problemas, compreendendo com mais clareza o cenário do projeto.

Sua não utilização pode trazer uma série de consequências indesejadas, entre elas: encanamento mal-executado, pouco aproveitamento da ventilação, espaços grandes ou pequenos demais, pouca funcionalidade, desvalorização da paisagem, desperdício de recursos, excesso de gastos, problemas técnicos, etc.

Além de tudo isso, só é possível conseguir a personalização do ambiente, tornando-o mais funcional, através de um projeto arquitetônico. O bom aproveitamento do espaço é outro fator positivo, aproveitando cada lugar da melhor maneira.

Embora imprevistos em obras sejam comuns, é importante ter em mente que muitos podem ser evitados.

Durante o processo de construção, o projeto arquitetônico é utilizado como um documento que orienta os responsáveis pela obra, principalmente o construtor. Em caso de dúvidas, ele poderá ser consultado, contendo todas as informações necessárias que ajudarão a impedir eventuais problemas.

Obras de pequeno, médio ou grande porte podem necessitar de um projeto arquitetônico. Porém, diante dos custos, muitas pessoas acabam pensando em economizar nesse sentido, o que acaba resultando em consequências negativas e permanentes.

Através do projeto, inúmeros gastos desnecessários podem ser evitados. Um profissional qualificado saberá utilizar os recursos da maneira correta, evitando desperdícios e economizando em tudo que for possível.

Por que investir em um projeto arquitetônico?

Levando em consideração tudo o que foi falado até agora, vamos detalhar os principais benefícios mencionados anteriormente. 

Até então, já foi possível imaginar que o projeto arquitetônico possui uma importância gigantesca nas construções e reformas, seja qual for a proporção. Desta forma, separamos os 5 principais motivos que farão você considerar o projeto arquitetônico a partir de agora. São eles:

#01. Segurança

Com toda certeza, a segurança é o benefício mais importante. Apenas um profissional qualificado consegue certificar que o seu projeto está seguro, livre de problemas que podem passar despercebidos por alguém que não conhece o assunto.

Na realidade, o profissional será o grande responsável pela obra, o que garante um maior cuidado no momento de execução.

Embora alguns não saibam, o projeto arquitetônico é criado de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), seguindo processos de segurança rígidos.

#02. Economia

Quem não gosta de economizar, né? Por isso, muitas pessoas acabam desconsiderando contratar um profissional por acreditar que se trata de um gasto desnecessário.

É aí que muitos se enganam. Erros e imprevistos cometidos por alguém que não sabe o que está fazendo acabam gerando desperdícios, retrabalhos, defeitos de execução e muitos outros problemas.

Tudo isso termina impactando diretamente os gastos com a reforma ou construção, sem falar no desperdício de tempo. Portanto, muitas vezes acaba ficando mais caro não consultar alguém especializado.

Além disso, o profissional também consegue ter acesso a diversos fornecedores, facilitando a aquisição de materiais mais baratos, bem como os instrumentos que se encaixam corretamente nas necessidades do cliente. O projeto arquitetônico também consegue facilitar uma melhor valorização do imóvel, algo que ajuda a fortalecer o custo-benefício.

#03. Funcionalidade

A funcionalidade é uma das questões mais importantes quando se deseja investir em um local. Porém, muitas vezes ela é esquecida por quem atua por contra própria.

Em um bom projeto, a funcionalidade está atrelada a técnica, estética e criatividade. Tudo isso está adequado às necessidades do cliente, garantindo a satisfação e usabilidade dos espaços.

Por exemplo, durante a elaboração de um projeto arquitetônico, o arquiteto consegue aproveitar melhor a ventilação e iluminação, recursos naturais que fazem diferença no bem-estar das pessoas. A adequação dos locais a necessidades específicas é outro ponto importante, principalmente quando se tem idosos, animais de estimação e pessoas com necessidades especiais em casa.

#04. Estética

Além dos benefícios mencionados anteriormente, há outra questão bastante requisitada pelos clientes, a estética. Ao contrário das outras coisas, as pessoas que buscam um arquiteto conseguem vislumbrar o potencial estético que o profissional consegue oferecer.

O resultado é composto por uma série de atributos visuais que atendem os desejos dos clientes. Desta maneira, o profissional consegue deixar o espaço mais bonito e aconchegante. Um bom arquiteto consegue analisar todos os cenários, escolhendo a melhor solução para satisfazer você.

#05. Satisfação

Após todas essas vantagens, vai ser difícil não haver satisfação. Se alguém já teve a experiência de ter um profissional qualificado envolvido na execução de uma reforma ou construção, é muito provável que volte a requisitar o profissional em obras futuras.

O conforto, qualidade, funcionalidade, segurança, economia e estética são, sem sombra de dúvida, atributos que todo mundo busca na execução de uma obra. O projeto arquitetônico consegue reunir tudo isso da melhor forma possível, estando em conformidade com os interesses dos clientes, independente de como sejam.

Quais são as etapas de um projeto arquitetônico?

Para um projeto arquitetônico ser executado da maneira correta, algumas etapas importantes precisam ser seguidas por um profissional. O sucesso do projeto depende também disso.

Em primeiro lugar, uma visita técnica ao local deve ser realizada. Com isso será possível efetuar um planejamento mais adequado, tendo uma noção maior dos problemas e necessidades do cliente.

Após isso, é feito um levantamento de informações, analisando as circunstâncias que envolvem o lugar e as vontades do cliente. Uma conversa franca com o cliente acaba se tornando indispensável nessa etapa. A partir de então, as documentações iniciais começam a ser preparadas.

O próximo passo consiste em começar a elaborar o projeto, realizando alguns esboços que vão ajudar o cliente a entender melhor o resultado. Isso é realizado através das informações coletadas nas etapas anteriores, o que aumenta a responsabilidade delas.

Após os esboços, chegou o momento de colocar as ideias em ação. Uma planta arquitetônica, ou planta baixa, começa a ser elaborada pelo arquiteto. Tudo é realizado através de uma representação gráfica, utilizando até mesmo o 3D para melhorar a percepção de realidade. Também é realizado outros projetos necessários, como projeto hidráulico, projeto elétrico e projeto executivo.

Por fim, o profissional analisa outros documentos necessários para a execução do projeto, dando entrada nos órgãos responsáveis para garantir a legalidade da obra.

Dúvidas? Se você ficou com alguma dúvida, saiba que podemos te ajudar! Temos um blog recheado de conteúdos educativos sobre esse e outros assuntos. Clique aqui e confira o nosso blog agora mesmo! Se preferir, você também pode entrar em contato conosco clicando aqui.

Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados