Prototipagem: qual sua importância na validação de produtos?

Não é novidade que a dinâmica de mercado atual, principalmente no que se refere ao setor da tecnologia, é bastante ágil e competitiva.

Por isso, nem sempre valerá a pena investir tempo, recursos e capital financeiro em uma ideia cuja probabilidade de dar certo não seja tão alta.

É importante que, antes de partir para a execução de um determinado projeto ou de apresentá-lo aos seus possíveis stakeholders, você conheça-o bem e investigue suas reais chances de dar certo em um mercado como esse.

Nesse contexto, é de extrema importância conhecer a respeito da prototipagem e sua relevância.

E foi buscando sanar essa necessidade, que a Poli Júnior preparou o presente material com informações e dicas sobre protótipos.

O que é a prototipagem?

A prototipagem é um termo utilizado para representar o ato de prototipar algo ou construir um protótipo de algo que se almeja produzir futuramente.

O protótipo é como uma réplica ou versão inicial da sua ideia de produto, muitas vezes feito como produto viável mínimo (MVP – Minimum Viable Product), que simplificadamente são testes para validar sua ideia antes da entrega final ao cliente.

Tratando-se de um projeto composto por várias fases, por exemplo, é interessante fabricar um modelo para cada uma dessas etapas, objetivando testar o produto ao fim de cada uma delas para evitar retrabalhos e/ou desperdícios.

É também por meio dessas testagens que melhorias podem ser descobertas e implementadas.

Entre os principais tipos de prototipagem, estão:

#01. Protótipo de papel

Se o seu objetivo é economizar, essa provavelmente será a melhor opção, já que é baseada no uso de papel e caneta.

Embora geralmente sejam mais simples e possuam uma baixa fidelidade ao produto final, esses protótipos são uma excelente alternativa para quem está buscando estruturar uma determinada ideia.

Visto que são feitos em papel, há a possibilidade de fazer alterações em caso de erro ou mudança de ideia, sem envolver grandes prejuízos.

#02. Protótipo de volume

Diferente do protótipo de papel, o protótipo de volume é um modelo digital que deve ser apresentado e amplamente compartilhado.

Geralmente possui alta fidelidade estética porque imita a identidade visual do produto, mesmo que não necessariamente esse protótipo ofereça funcionalidades reais do produto que está sendo idealizado.

#03. Protótipo de encenação

Por fim, a prototipagem de encenação é aquela que aperfeiçoa qualidades do modelo de volume, por meio de uma sequência de cenas que fazem com que o usuário possa testar a experiência de utilizar o produto final.

Para que serve a prototipagem?

Apesar de requerer um certo investimento de tempo, criar um protótipo é importante para testar e validar ideias em um contexto real, idêntico ao que o produto oficial seria apresentado para, a partir disso, colher feedbacks positivos ou negativos dos clientes e usuários.

É preciso humildade para entender que nem todas as nossas ideias são perfeitas e, na realidade, muitas delas podem ser rejeitadas pelo mercado ou não são competitivas o suficiente.

Por isso, vale muito a pena gastar um período menor construindo um protótipo, ao invés de pular essa etapa e investir muito mais tempo em um produto final.

Apresentar para possíveis sócios, clientes e investidores.

Além disso, entre as principais vantagens estão ainda:

Poder realizar testes em ambiente controlado

A prototipagem fornece um cenário ideal para que você teste a usabilidade e a funcionalidade do seu produto.

O teste de usabilidade refere-se à experiência do usuário e tem como objetivo testar critérios como a facilidade de uso, ver se aquela ferramenta é, de fato, intuitiva e fluida e encontrar possíveis obstáculos para o uso, buscando eliminar possíveis excessos, redundâncias e erros.

Já o teste de funcionalidade está mais ligado ao motivo pelo qual aquele produto foi inventado e à solução que ele se propõe a oferecer.

Nesse tipo de teste é importante investigar se o produto de fato cumprirá com sua proposta ou será apenas uma etapa desnecessária ou uma imitação de algo que já está acessível no mercado.

Proporcionar feedbacks 

Utilizando o protótipo é possível entender aproximadamente como as pessoas lidarão com o produto e colher opiniões mais concretas a respeito do produto, principalmente sobre sua estética, usabilidade e funcionalidade.

Reduzir riscos

Ao realizar testes ainda na fase de fabricação, as chances de falha no produto final serão reduzidas.

Baratear o processo de fabricação

É mais barato investir em protótipos que possibilitem um produto final com o menor número de falhas possível, do que investir dinheiro em um produto final que não foi testado e corre o risco de apresentar diversas falhas que necessitarão de correção futuramente.

Quais as principais dicas para prototipar uma empresa ou um produto?

Ao criar um protótipo, é importante ter em mente qual o seu objetivo e como você pode fabricá-lo da melhor maneira possível.

Aqui está uma série de dicas para isso acontecer:

  • Economize no seu protótipo: visto que a ideia aqui é evitar justamente desperdícios de capital e de recursos, busque construir protótipos com os melhor custo benefício atrelado;
  • Esteja atento ao nível de “fidelidade” do seu protótipo: ou seja, tente alcançar o maior nível de proximidade com o produto final possível. Entre os protótipos existirão aqueles que terão baixa, média e alta fidelidade. Levando em consideração os custos envolvidos na prototipação do seu produto, escolha o tipo que melhor se encaixa na sua expectativa;
  • Não esqueça que, nessa fase, a falha é sua aliada: quanto mais falhas você encontrar durante as fases de prototipação, mais possibilidades de correção do seu produto você terá. Esteja atento apenas para que essas falhas não interfiram demais na utilização do mesmo. Caso elas sejam encontradas em abundância, lembre-se que a prototipagem também pode ser importante na tomada de decisão sobre ir até o final com sua ideia ou descartá-la para evitar prejuízos;

Conclusão

Enfim, esperamos que esse material tenha sido útil para sanar sua curiosidade a respeito da prototipagem e sua importância na elaboração de um produto.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre prototipagem ou queira ajuda para construir o seu, entra em contato conosco!

A Poli Júnior ficará feliz em contribuir!

prototipagem 1
Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados