10 ideias de negócios inovadores que vão bombar em 2021

Que 2020 foi um ano complicado não é novidade pra ninguém, seja em qual segmento você está inserido, é inegável que houve um conjunto de acontecimentos que impediram a nossa vida, desde o convívio social até os negócios, de correr seu rumo normal.

Com o novo ano, ansiamos pela recuperação econômica, este é então o momento de observar o mercado, e a partir dessa observação se pode identificar quais ideias de negócio inovadores que terão uma grande abertura em 2021.

A pandemia deste ano fez surgir novas tendências e negócios inovadores, onde ao mesmo tempo em que houve baixas em alguns modelos de negócios, houve o crescimento de outros, principalmente aqueles que protegem a saúde do cliente.

A necessidade do isolamento social e fechamento de comércios fez com que as pessoas descobrissem novas formas de desempenhar suas tarefas e atividades do dia a dia. Muitas dessa mudanças irão se manter, mesmo com a volta da abertura estabelecimentos, como, por exemplo, o crescimento das compras online, preocupação com a sustentabilidade, entre outros.

10 ideias de negócios inovadores que vão bombar em 2021

8Jm PW3vTuiy2vPwTfHxe1E JJr7Bjjd BOshiBPxcP0CF8s1S8aUQeF4ZbdPOAT648AFo5cVLdMoMBZF5z0FCQ axLl 6 PFwTHzpAR6i9 L9m9PbY sNyuNbpJVYniTTviuWA
Imagem por Desafios e Sucesso

Nessa lista vamos listar e falar um pouco sobre cada ideia de negócio que podem ser uma boa opção para você que pensa em empreender, mas teve que dar uma pausa pois o mundo estava mergulhado em uma pandemia.

1. Negócio relacionados a plantas e jardinagem

Muitas pessoas passaram a investir seu tempo em casa para aprender mais sobre plantas e como cuidar delas em casa. Algumas criaram pequenos espaços de cultivos e pequenos jardins dentro de casa. 

Podemos observar a partir disso que o nicho de plantas e jardinagem, assim como o cultivo de alimentos orgânicos pode ser um dos negócios inovadores com bastante lucratividade para quem deseja empreender em 2021.

2. Alimentos veganos

Um segmento que tem ganhado cada vez mais adeptos é o veganismo e vegetarianismo, sendo este um ótimo ramo dos negócios inovadores para quem deseja empreender no segmento de alimentação. Este nicho de mercado, ainda apresenta uma baixa média de concorrência, necessitando assim de mais empreendedores investindo no mercado.

Mesmo que esses movimentos já existam há um bom tempo, tem ganhado cada vez mais destaque, devido ao crescente conscientização da sociedade em relação a sustentabilidade. Se tornando assim um um modelo de negócio que indica um ótimo retorno.

3. Cosméticos naturais e veganos

Assim como a alimentação vegetariana e vegana, as pessoas têm cada vez mais buscado por produtos mais sustentáveis e naturais, reduzindo a quantidade de produtos industrializados usados em seu dia a dia.

Os cosméticos são artigos que têm sido vendidos mesmo durante as crises, e com a conscientização da população crescendo, se tornou uma maior preocupação de que componentes são colocados nesses produtos.

Grandes empresas do ramo tem notado essa tendência, e te implementado linhas com produtos naturais e sem o uso de componentes de origem animal.

4. Brechós online

A conscientização ambientalf da população também trouxe o conceito de consumo consciente. Esse senso maior de sustentabilidade tem aumentado a procura por brechós, principalmente online, devido a pandemia.

O conceito de brechó permite que se venda as roupas que está no armário e não serve mais, tem ajudado muitas pessoas durante a pandemia a conseguir um dinheiro extra, com algo que já tinha em casa e não era utilizado.

5. Educação online

Com a pandemia houve o crescimento da procura por cursos online, muitos profissionais perderam seus empregos e viram nos cursos online uma forma de se atualizarem e desenvolverem novas habilidades.

Mesmo sendo necessário um investimento um pouco mais alto, a criação de uma escola a distância tem se mostrado como uma opção de negócio muito rentável. Sendo possível até mesmo que pessoas especialistas em alguma área disponibilizar seus cursos em plataformas online, onde as pessoas pagarão para ter acesso ao curso.

6. E-commerces

A tendência que já estava presente em muitas lojas que pretendiam atingir um maior raio de entrega de seus produtos, o e-commerce tem se tornado essencial para todo o tipo de produto que você possa vender, durante a pandemia.

As vendas online deixaram de ser apenas uma característica bônus, e tem se tornado uma realidade essencial para manter as empresas. Investir nas vendas online de mercadorias são uma questão de sobrevivência do negócio.

7. Franquias

Investir na abertura de uma franquia é uma aposta mais segura para os empreendedores, pois existem padrões pré-definidos pela companhia para a administração de empresas, que irá proporcionar uma maior eficiência e confiança.

Os ramos em que mais se é comum investir na abertura de franquias são os ramos alimentícios, educacionais, tecnológicos e de serviço. Onde ao pensar em investir em franquias, a empresa irá definir suas formas de trabalho e como deverá ser feito o atendimento e produção de seus produtos.

8. Produtos artesanais

Outra tendência que tem se intensificado é a procura por itens personalizados e produtos nichados, que dão ao produto uma maior pessoalidade. Desde produtos consumíveis, como cervejas e cafés, até a produtos que tem uma vida útil mais longa, como roupas, itens de decoração e até mesmo calçados.

Mais uma tendência que tem ganhado força é a de apoiar pequenos comerciantes e empreendedores locais. O movimento visa dar uma ajuda a esses pequenos empresários, ainda mais em tempos de pandemia que houve uma queda nas compras presenciais.

9. Saúde e higienização

As duas coisas que mais tiveram foco nesse ano de pandemia foi a importância da saúde e de se manter a higiene. Essa necessidade por empresas especializadas na higienização continuará recebendo um grande destaque no ano de 2021.

Empresas que trabalham com a comercialização de medicamentos, desinfetantes, álcool em gel, produtos antissépticos e antivirais tiveram suas comercializações crescendo vertiginosamente durante esse ano. 

10. Entretenimento

Por fim, um nicho que deixou de ser um passatempo e se tornou uma necessidade durante a pandemia, seja para relaxar ou para esquecer um pouco dos problemas. O setor cultural e do entretenimento tem tornado os tempos de isolamento social mais aceitável.

Houve então o crescimento da necessidade de se adaptar o entretenimento ao consumo online. Empresas gigantes especializadas em streaming de músicas, filmes e séries, tem apresentado grandes altas no consumo de seus materiais, enquanto artistas menores tem se apoiado em lives para manter sua evidência. Podemos presumir que o costume de consumo online de conteúdo irá se manter daqui pra frente como um dos mais importantes negócios inovadores.

Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados