Modelo de Negócio: como construir e 3 exemplos

A modernização e o surgimento de novas tecnologias ditam o ritmo do mercado, o qual vem sendo cada vez mais acelerado e exigindo uma nova forma de organização dos negócios.

O Modelo de Negócio, ou Business Model Canvas (BMC), surgiu como uma alternativa bastante eficiente para atender a esses critérios, sem deixar de lado setores importantes dos empreendimentos.

E para te deixar ainda mais por dentro do assunto, nós elaboramos esse material informativo a respeito dessa ferramenta tão imprescindível atualmente.

O que é um Modelo de Negócio?

O Modelo de Negócio, também conhecido como Canvas, foi inventado por Alex Osterwalder, um suiço, e tem como objetivo principal descrever todos os elementos e fases de um negócio, integrando o mesmo por completo.

Trata-se de uma ferramenta que se propõe a desenhar um determinado empreendimento, sintetizando a lógica de criação, entrega e captura de valor do negócio.

Esse recurso é bastante disseminado entre as organizações modernas e principalmente start-ups por todo o mundo.

E, entre as principais vantagens, está o fato dele proporcionar uma apresentação rápida e ampla do negócio como um todo.

Como estruturar o modelo de negócios usando o Canvas?

O Canvas, que significa “tela” em português, é geralmente composto por nove blocos, os quais tratam de diferentes aspectos da organização: 

  1. segmentos de clientes; 
  2. proposta de valor;
  3. canais;
  4. relacionamento com clientes;
  5. fontes de receita;
  6. recursos principais;
  7. atividades-chave;
  8. parcerias principais; 
  9. e estrutura de custo.

Todos esses campos ficam dispostos assim:

84a

Clientes

O segmento dos clientes é a parte onde irão se encontrar detalhes do público alvo a ser atingido por aquele negócio.

Ou seja, quais são os potenciais consumidores daquele(s) produto(s) e/ou serviço(s).

Dessa forma, você determina a quem direcionar esforços para conquistar e fidelizar.

Proposta de valor

Aqui determinam-se os produtos e serviços a serem oferecidos aos clientes (público alvo).

Nesse campo você deve anotar tudo aquilo que sua empresa tem a disponibilizar de valioso, que problemas seu negócio está disposto a resolver, como pretende facilitar a vida dos seus consumidores.

Canais

Nesse espaço você descreverá como pretende se comunicar com seus clientes, que mídias sociais utilizará, que ferramentas adotará para entrar em contato com o público.

Além disso, esse campo também é destinado para falar sobre como o negócio transportará sua proposta de valor (seu produto e/ou serviço) até o mercado consumidor.

Relacionamento com clientes

Esse espaço está ligado à forma como seu negócio irá garantir a fidelização dos clientes e como irá conquistar mais espaço no mercado consumidor.

É muito importante estabelecer um bom relacionamento, traçar estratégias e executá-las, justamente porque isso pode ser uma grande vantagem competitiva frente a outras empresas com propostas semelhantes.

A forma como você se relaciona com o seu cliente pode ser determinante para a fidelização do mesmo.

Fontes de receita

Aqui estarão listadas todas as fontes de renda do seu negócio e deve se preocupar em responder à pergunta: por meio de quais atividades a sua empresa gera receita?

Recursos principais

Os recursos principais são aqueles necessários para o andamento da sua linha de produção.

Nesse caso, você deve listar quais são os insumos necessários para que sua proposta de valor seja atendida, podendo ser recursos físicos, humanos, intelectuais e/ou financeiros.

Atividades-chave

Nesse quadrante você descreverá quais são as atividades essenciais que o seu negócio realiza para oferecer seus produtos ou serviços.

Abrangendo desde as atividades mais voltadas para a produção em si, até aquelas mais abstratas como marketing e as voltadas para o bom funcionamento interno como recursos humanos.

Ou seja, tudo aquilo que sua empresa realiza, de fato, para funcionar da melhor forma possível.

Parcerias principais

Aqui devem estar todas as parcerias que podem oferecer vantagens para o seu negócio, desde alianças estratégicas entre não competidores e concorrentes cooperadores, até fornecedores.

Estrutura de custo

Esse componente, diretamente relacionado às atividades-chave e às fontes de receita, serve para que você obtenha uma noção mais apurada dos recursos financeiros que precisará para continuar seus processos de maneira ininterrupta.

Desse modo, aqui você deve listar todos os seus custos de operação.

Quais as vantagens de possuir um Modelo de Negócio?

Elaborar um Modelo de Negócio é importante porque ele é parte importantíssima da estratégia de uma empresa.

Por ser uma ferramenta que possibilita uma melhor análise da empresa como um todo, abre possibilidades para inovação e para o aumento da competitividade da mesma, levando-a a atingir melhores resultados, mercadológicos e financeiros.

Saber exatamente onde se encontra o negócio atualmente faz toda a diferença no planejamento dos novos passos a serem seguidos.

Quais os principais tipos de Modelo de Negócio?

Atualmente existem vários tipos de modelos de negócio dispostos no mercado e entre os mais utilizados estão:

Franquias

O modelo mais comum entre as franquias é conhecido como Franquia de Negócio Formatado ou Business Format Franchising, que consiste na compra da “cópia” de um negócio pelo franqueado, que por sua vez deve seguir os padrões do negócio original.

Além disso, o franqueadorobtém sua receita dos royalties e ganha com o sucesso do franqueado, ou seja, acaba atuando como seu parceiro.

Entretanto, vale salientar que esse é apenas um modelo de franquia e que existem outras modalidades de franquias como a de marca e produto.

Assinatura

O modelo de negócio por assinatura vem ganhando cada vez mais espaço e é caracterizado pela empresa que concede produtos e/ou serviços em troca de uma taxa periódica, geralmente mensal.

É bastante comum no mercado de informações (jornais e revistas) e entretenimento.

Freemium

freemium é a oferta de serviços gratuitos (free) e premium, como acontece com vários aplicativos de celular, SpotifyYouTube e diversos outros.

Conclusão

Definir o modelo de negócio da sua empresa te ajudará a focar melhores os esforços e atrair mais investimentos para sua empresa, pois sua proposta estará clara.

Por isso é tão importante utilizar uma ferramenta como o Business Model Canvas para melhor definir e entender o seu.

Esperamos que com essas informações você possa colocar em prática a elaboração do seu próprio modelo e, caso tenha alguma dúvida no processo, entra em contato com a gente

analise de dados 1
Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados