8 dicas de operações logísticas que podem alavancar as suas ideias

Fato é que a organização é um fator fundamental para o andamento adequado e eficiente de qualquer empresa, independente do porte da mesma. 

Dessa forma, é imprescindível contar com medidas de gestão operacional para os processos empresariais e trabalhistas. 

Dentre as medidas de gestão operacional existentes podemos citar as operações logísticas, cada vez mais presentes no dia a dia de diversas corporações. 

Se você nunca ouviu falar ou não sabe ao certo o que é, não se preocupe! Antes de dar 5 dicas de operações logísticas, explicaremos melhor o que é e como funciona, bem como as suas vantagens. 

O que são operações logísticas? 

As operações logísticas são medidas capazes de otimizar e melhorar o processo de trabalho relacionado ao transporte, armazenamento e estoque de cargas e produtos. 

Dessa forma, visa reduzir significativamente os prejuízos referentes a estocagem e distribuição, a partir de logísticas eficientes de gestão e terceirização do trabalho. 

Além de logísticas eficientes, essas medidas também têm por objetivo aproveitar os recursos disponíveis da melhor forma possível, sejam eles físicos ou financeiros. 

Como as operações logísticas funcionam? 

Funcionam baseadas em dois fundamentos principais: Resguardo da integridade dos produtos e preservação do meio ambiente.

Normalmente as operações são realizadas por empresas terceirizadas, mas também há a possibilidade de contratar e treinar colaboradores específicos para essa demanda (entretanto, a segunda opção demanda maior investimento de tempo e finanças). 

Ao contratar uma empresa de operações logísticas, 3 funções principais são desempenhadas: 

  • Armazenagem 

Os profissionais serão responsáveis por receber, armazenar e estocar os produtos, terceirizando essa responsabilidade e designando-a para colaboradores especializados (os operadores logísticos). 

Além disso, também são responsáveis pelas avarias, as quais devem ser evitadas e bem direcionadas em casos de ocorrências. 

  • Gestão de transportes 

O operador logístico também é responsável por gerenciar os transportes, definindo os motoristas responsáveis por cada veículo, rota, mercadoria a ser transportada, horários de distribuição, custos, rastreamento e destinatários. 

  • Controle de estoque 

O controle de estoque tem por objetivo averiguar a disponibilidade de mercadorias para comercialização. 

Quando há falta ou quantidade reduzida de determinado produto, é função do operador logístico repor o estoque a tempo, deixando as mercadorias sempre disponíveis em quantidades suficientes para venda e não exorbitantes para evitar avarias.

Dessa forma, todos os processos citados acima são facilitados e otimizados, além de garantidos e assegurados pela empresa terceirizada. 

Entretanto, otimização e facilidade não são os únicos benefícios das operações logísticas. 

Dentre todas as vantagens existentes, podemos citar como principais:

  • Redução de custos: Com a otimização, organização e controle de processos, a ocorrência de desperdícios financeiros é reduzida significativamente. Assim, os custos são diminuídos e o lucro da empresa aumenta. 
  • Satisfação do público: A partir do serviço qualitativo prestado, as entregas são realizadas de forma rápida e eficiente. Assim, há aumento da satisfação dos clientes em relação à entrega e qualidade do produto. 
  • Fidelização do público: Com o aumento da satisfação, há consequentemente o aumento da fidelidade do público. 
  • Controle de despesas: A partir da gestão de operações logísticas, é possível ter dados assertivos relacionados às despesas envolvidas no processo. Assim, há maior controle de custos e consciência dos mesmos. 
  • Vantagem competitiva: Todos os benefícios acima geram crescimento empresarial e uma consequente vantagem competitiva, diferenciando e destacando a empresa em relação às outras inseridas em um mesmo mercado de trabalho. 

Tendo em vista os benefícios citados anteriormente, é possível entender a importância de investir em operações logísticas para a sua empresa.

Dessa forma, agora que você já sabe o que é, como funciona e os principais benefícios, podemos partir para o ponto principal do nosso artigo: as dicas de operações logísticas, para te ajudar nesse processo e torná-lo ainda mais efetivo. 

5 dicas de operações logísticas que podem alavancar as suas ideias! 

  1. Use a tecnologia como aliada 

A tecnologia ajuda muito para diversos processos, principalmente os empresariais. 

A partir dela é possível otimizar, facilitar e automatizar diversas funções importantes. 

No âmbito das operações logísticas isso não é diferente, tendo em vista a existência de softwares específicos para essa demanda. 

Por isso, use e abuse de aplicativos desenvolvidos para este fim, pois eles conseguem tornar todo o processo trabalhista ainda mais rápido e efetivo. 

  1. Planeje! 

Como dito anteriormente, o planejamento é essencial para o funcionamento adequado de qualquer processo trabalhista. 

Dessa forma, é importante traçar o quadro de colaboradores e designar suas responsabilidades, além de dividir o planejamento em etapas, que deverão ir da produção até a distribuição. 

Com o planejamento adequado e o conhecimento do quadro de colaboradores e suas respectivas funções, tudo fica sob seu controle, mesmo com a terceirização do serviço. 

  1. Defina objetivos reais e possíveis 

Uma das coisas mais importantes para as empresas é o ato de traçar objetivos. 

A partir deles é que se torna possível definir rumos e tomadas de decisões, que serão feitas de acordo com as metas estabelecidas previamente. 

Entretanto, definir objetivos inviáveis é prejudicial, pois além de inalcançáveis eles também geram sentimentos de frustração e incompetência. 

Por isso, é fundamental traçar metas viáveis na realidade existente, para evitar frustração e desmotivação da equipe. 

  1. Esteja atento aos seus clientes 

Parte fundamental do sucesso de qualquer negócio, estar atento aos níveis de satisfação e compra dos clientes é fundamental. 

Além de analisar os níveis de satisfação, também é possível perceber os clientes com maior potencial de compra, bem como a assiduidade e quantidade dos mesmos. 

Assim, é viável analisar o perfil do público e atender as demandas existentes de forma efetiva. 

  1. Atente-se aos colaboradores e suas respectivas funções 

Além dos clientes, também é fundamental se ater aos colaboradores e suas respectivas funções, observando sempre o desempenho das mesmas e a qualidade do serviço prestado. 

Assim, é possível fazer ajustes e manter na sua equipe apenas funcionários comprometidos e eficientes, melhorando ainda mais o serviço prestado.

Conclusão 

Por fim, agora que você já sabe o que é e como funciona, basta colocar as dicas acima em prática e aproveitar de todos os benefícios existentes. 

Ademais, esperamos que esse artigo tenha sido útil para você e as suas dúvidas. 

Para conhecer mais do nosso trabalho e ler outros artigos informativos como este, clique aqui

prototipagem 1
Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados