Automação Industrial: veja o verdadeiro impacto que ela fornece para as indústrias

Conforme as transformações tecnológicas vão moldando a maneira que enxergamos o mundo, a competitividade é uma questão que ganha cada vez mais força no setor industrial. Desta maneira, algumas demandas vão conquistando mais espaço nesse cenário, como a automação industrial.

Quando falamos em automação industrial, muitas pessoas logo associam ao aumento da produtividade. E elas não estão erradas. Embora uma maior produtividade seja algo extremamente importante, esse não é o único benefício que a automação gera.

Na prática, automatizar algo consiste em transformar um determinado trabalho, que antes era realizado de forma manual, para algo realizado com o auxílio de máquinas, computadores ou robôs.

Se você não sabe muito sobre isso, não precisa se preocupar. Nós iremos ajudar você a compreender melhor o que é, de fato, automação industrial, além de entender os impactos que ela fornece para as indústrias. Portanto, não deixe de ler esse texto até o final para tirar suas dúvidas sobre esse assunto que é, e nem tão cedo vai deixar de ser, extremamente importante para todos nós.

Tenha uma boa leitura!

O que é automação industrial?

A automação industrial pode ser definida como a otimização dos processos industriais de uma operação. Essa otimização ocorre por meio da aplicação de várias tecnologias de hardware e software.

Além disso, a automação industrial também pode ser classificada como a substituição de atividades manuais por operações mecânicas, conforme foi falado anteriormente. E ao contrário do que muita gente pensa, isso não necessariamente significa a substituição do trabalho humano por máquinas.

Enquanto diversas formas repetitivas de trabalho foram desaparecendo ao longo dos anos na indústria, outras profissões surgiram no setor, como os responsáveis por fazerem essas máquinas funcionarem corretamente, seja um operador ou o profissional que faz a manutenção desses equipamentos.

Ou seja, um dos principais objetivos da automação industrial consiste em dar mais autonomia para os maquinários industriais, diminuindo ou complementando os esforços humanos no chão das fábricas.

Vamos supor que uma determinada atividade era, há alguns anos, extremamente complicada de ser realizada pelos humanos. Os motivos que podem tornar uma atividade complicada de ser realizada são muitos, incluindo quando é necessário transportar constantemente algo completamente pesado. Pois bem! A automação surgiu para trazer facilidades nessa e em outras questões, permitindo que a produtividade crescesse de forma surpreendente.

E isso explica os motivos pelos quais a competitividade não para de crescer no mercado. As empresas estão constantemente buscando formas de melhorar os seus processos, o que torna indispensável a automatização.

Com o avanço da indústria 4.0, a automação industrial conseguiu chegar a um patamar jamais visto anteriormente. Além de estarem presentes no setor, os maquinários conseguem executar funções que antes só poderiam ser realizadas por nós, como atividades que desafiam o intelecto humano.

Quando analisamos o atual cenário, percebemos que muitos equipamentos conseguem tomar decisões sozinhos, ajudando a reduzir custos e aumentar a produtividade nas indústrias. É exatamente por isso que a automação vem se tornando uma prioridade para os gestores que querem alavancar o desempenho das suas empresas no mercado, tornando-as mais competitivas.

Quais são os principais objetivos da automação industrial?

Uma coisa podemos afirmar sem medo de errar: a automação possui muitos objetivos. Por isso, listamos os principais para você entender melhor como tudo isso funciona na prática.

Vamos conferir?

·      Menores custos;

·      Crescimento da produtividade industrial;

·      Diminuição da emissão de resíduos;

·      Maior eficiência dos processos;

·      Maior precisão na execução das atividades, havendo um risco de falhas bem menor;

·      Processo de manutenção simplificado;

·      Possibilidade da realização de atividades difíceis de serem realizadas por humanos;

·      Mais segurança no trabalho para as pessoas, evitando trabalhos que podem ser bastante perigosos;

E quais são as principais vantagens da automação industrial?

Após compreender o que significa automação industrial e, além disso, levar em conta os seus objetivos, chegou o momento de descobrir as principais vantagens que ela proporciona para o setor industrial.

Veja só:

01. Virtualização da operação

Por mais que muitas pessoas não saibam, a reprodução da empresa no ambiente digital é algo totalmente possível nos dias atuais. Alguns softwares de última geração conseguem fazer essa reprodução de uma forma extremamente semelhante à fábrica real.

Isso permite que o desempenho da indústria se torne mais eficiente. Diversos erros e problemas são identificados e resolvidos com mais facilidade e antecedência quando uma empresa faz investimento nesse sentido, o que gera um enorme ganho de produtividade, além de reduzir os custos de operação.

02. Otimização do monitoramento

Um monitoramento otimizado é mais um benefício importante proporcionado por um sistema de automação industrial.

Ao realizar a instalação de diversos sensores nas áreas de operação, o gestor passa a ter acesso a uma série de informações provenientes das atividades produtivas. Essas informações são captadas e encaminhadas, de maneira automática, para um software.

Com isso, esse software normalmente possui a inteligência de filtrar essas informações, encaminhando para os gestores somente os dados importantes. Isso permite uma melhor tomada de decisões.

03. Descentralização de decisões

Fazendo um investimento em combinações de sensores e aplicações de inteligência artificial, os gestores têm à sua disposição softwares que conseguem realizar o monitoramento avançado das operações industriais.

Desta maneira, a tomada de decisões ocorre de uma maneira muito mais segura e coerente. É possível, por exemplo, que solicitações automáticas sejam realizadas por meio da indicação desses sensores sempre que houver falhas ou problemas, o que contribui para poupar o tempo dos gestores.

04. Operações integradas

Para finalizar, não poderíamos deixar de citar a integração de operações. Afinal de contas, a comunicação entre as empresas ajuda a tornar as operações mais eficientes.

Vamos supor que um determinado insumo esteja faltando no seu estoque, certo? Ao constatar isso, o sistema da sua empresa consegue entrar em contato com o sistema do seu fornecedor, solicitando esses insumos sempre que forem necessários. Além disso, também é possível conversar com os softwares dos clientes da sua indústria.

Incrível, não é verdade? Se você gostou desse conteúdo e deseja aprender mais sobre assuntos importantes, basta dar um clique aqui para acessar o nosso blog. Até mais!

prototipagem 1
Compartilhe esse post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts relacionados