Cliente

Com foco em atender o cliente de forma personalizada e trazer cada vez mais inovações ao mercado financeiro, o Pine é um banco de atacado com foco em produtos financeiros para empresas, como: câmbio, crédito, derivativos e operações estruturadas.

 Desafio

Atuamos em 2 principais escopos:

    1. Um deles estava relacionado ao IFRS 9, o qual faz parte dos assuntos regulatórios do Banco e necessita ser reportado ao BACEN (Banco Central Nacional). O nosso principal papel nesse escopo foi, além da realização do mapeamento do processo e do auxílio na determinação das atividades de cada área e colaborador, automatização de uma planilha que realiza a validação dos valores contábeis. Essa era uma das atividades mais operacionais e demandantes do processo que consumia boa parte do tempo dos colaboradores.

    2. O outro escopo, que era o mais desafiador, estava relacionado ao DLO (outro assunto regulatório, porém muito maior tanto em níveis de processo, quanto em níveis de importância). Um ano antes do Pine nos contratar para esse projeto, o banco recebeu algumas verificações do BACEN devido aos processos operacionais que poderiam conter diversas fragilidades e prejudicar a veracidade das informações.

 Solução

Para cada um dos assuntos, foram propostas soluções distintas (até porque trabalhávamos com equipes diferentes no banco):

1. Pensando no primeiro escopo, IFRS 9, o ponto de partida foi entendermos como o processo funcionava para realização da modelagem e estabelecimento das atividades que eram executadas por cada área/colaborador envolvido no processo. Além disso, por envolver a área Contábil do banco, que trabalha muito com planilhas, uma das atividades era extremamente operacional e envolvia realizar uma validação (espécie de checagem de valores) na planilha. Percebemos que através da realização de Macros em Excel/VBA era possível automatizar todo processo realizado com apenas o “click” de um botão.

2. Para o segundo escopo, realizamos diversas rodadas com a equipe envolvida nos assuntos (TI, Portfólio de Crédito, Risco e Capital, entre outras) para entender os avanços até o momento. Havia uma planilha/matriz que continha todos escopos e áreas envolvidas, a ideia era completar com todos assuntos sobre cada um dos 10 apontamentos feitos e atualizando conforme as evoluções. Portanto, uma das primeiras atividades realizadas pela equipe foi a criação de um Dashboard para que pudéssemos visualizar melhor e repassar ao diretor da área de forma mais clara todos os avanços. 

A partir disso, começamos a analisar cada um dos apontamentos e o que precisava ser feito para respondermos ao BACEN sobre cada um. Percebemos que tudo se encaminhava a três assuntos relacionados a DLO (relatório enviado ao BACEN): Comissão de Fiança,  Câmbio e FPR (processo interno do banco). Com isso, a equipe se dividiu entre os escopos assumindo as responsabilidades e, aos poucos foi-se compreendendo o processo de cada um dos assuntos e buscando formas de torná-los mais otimizados e automatizados para que não houvesse fragilidades. Ao final do projeto conseguimos chegar a soluções que traziam novas estruturas para os processos e reduziam suas fragilidades, sendo estas implementadas já que havia necessidade de retorno ao BACEN, atingindo o objetivo desejado pelo cliente!

 Impacto

À medida que íamos propondo melhorias nos processos, o Banco Pine se propunha a implementar nossas ideias e (mesmo que em alguns casos envolvesse TI realizar ajustes no sistema) conseguíamos ver de perto que otimizamos parte dos processos, reduzimos retrabalho, promovemos uma melhor organização e confiabilidade nas informações. No escopo do DLO, o diretor da área e toda equipe ficaram extremamente contentes que conseguimos chegar ao último dia do mês com as respostas prontas a serem enviadas e os processos otimizados. No escopo do IFRS 9, a automatização realizada na planilha foi usada no fechamento do mês de Abril, tornando mais ágil e assertiva a operação.

Ferramentas Utilizadas

Outros Cases