O que é Lean Manufacturing e como implementar?

Podemos dizer que o lean manufacturing está diretamente ligado a redução de custos operacionais.

O que nos dias atuais, deve ser prioridade para todas as empresas, afinal, ninguém tem dinheiro a perder, não é?

Com a concorrência e a competitividade cada vez maior, os empreendimentos têm como objetivo se manter em alta, sem perder a qualidade dos produtos e que precisam buscar meios de economizar.

Contudo, não podemos dizer que o lean manufacturing é um termo moderno, que surgiu a pouco tempo.

Além de não ser novidade, pois existe desde 1950, este termo está cada dia mais inserido nos planos de negócios e na gestão das companhias, de forma geral.

Saiba mais sobre este termo e como aderir a este modelo de produção, a seguir.

 

O que é lean manufacturing?

O termo em Inglês lean manufacturing, que poderia ser traduzido para o Português para algo como, Produção enxuta ou Produção reduzida, está diretamente ligado a uma rotina de trabalho que evita desperdícios, mas que foca na implementação de um pensamento coletivo para alcançar este objetivo.

Em 1950, esta filosofia de trabalho foi implementada na Toyota, no Japão, pelo engenheiro Taiichi Ohno e tinha o objetivo de reduzir desperdícios.

Além disso, as estratégias envolviam produzir com um estoque de matéria-prima reduzido e ainda assim, atender as demandas dos clientes.

Ou seja, de alguma forma, investir na redução de custos operacionais sem perder a qualidade.

Conforme a produção enxuta começou a dar bons resultados, diversas indústrias japonesas aderiram à prática.

O que, no pós-guerra, ajudou a sociedade da época a se reerguer e espalhou este modo de trabalho por todo o mundo.

Com o passar dos anos, os preceitos dessa filosofia foram sendo adaptados às mais diversas empresas, no entanto, com o mesmo foco.

O lean manufacturing, visa utilizar menos recursos para produzir, mas sem deixar de lado as características dos produtos.

Para isso, é preciso ter estratégias durante a realização das atividades cotidianas.

 

Quais são os objetivos do lean manufacturing?

Os princípios básicos dessa estratégia de redução de custos operacionais, você conheceu acima.

No entanto, existem outros objetivos que podem ser atingidos com esta prática.

Veja alguns deles:

  • Reduzir custos: o desafio é reduzir os custos sem perder a qualidade do produto ou serviço ofertado.

Para isso, é preciso investir em um bom plano de negócios, que seja baseado em pesquisas de mercado, que tenham dados sobre a concorrência e fornecedores com bons preços.

Isso porque, os clientes estão cada dia mais exigentes e têm um ponto a seu favor: a quantidade de empresas oferecendo os mesmos produtos/serviços.

Assim, eles determinam quanto podem e querem pagar pelo produto, desta forma, a companhia deve buscar reduzir seus custos para obter lucros.

  • Implementar uma filosofia: praticar o lean manufacturing deve ser uma atividade contínua.

Além disso, é importante dizer que as mudanças e resultados não surgiram da noite para o dia.

Para iniciar nessa filosofia, primeiro é preciso identificar onde estão os focos de desperdício e encontrar meios de reduzi-los.

Sendo assim, esta é uma atividade contínua pois, ao adquiri-la o empreendedor estará sempre em busca de resultados melhores, tanto na redução de custos de operacionais quanto na qualidade.

  • Mais agilidade e capacidade de produção: quando uma mudança é incorporada em uma empresa, muito provavelmente, trará outras.

Nessa categoria estão inclusas o aumento de agilidade e consequentemente, da capacidade de produção.

No entanto, é preciso ficar atento à produção e não fabricar mais do que a demanda do mercado.

Tal atitude, cessaria o desperdício em um setor e o iniciaria em outro.

  • Melhora no ambiente de trabalho: com a consciência coletiva de evitar desperdício e melhorar a qualidade do que a companhia oferece, nenhum colaborador é ‘culpado’ pelos desperdícios anteriores. O que aumenta a confiança do grupo e consequentemente, sua produtividade.

No lean manufacturing, a qualidade de vida dos trabalhadores também é prioridade.

Afinal, sem eles não há produção com ou sem redução de custos.

 

Como implementar o lean manufacturing?

polijunior lean

Para implementar o lean manufacturing, o empreendedor precisará de estudos e estratégias.

Assim como, tudo o que envolve mudanças é preciso um ponto de partida e ações que façam com que o objetivo seja alcançado.

Separamos 5 passos para inserir esta filosofia na sua corporação:

 

1. Encontre os desperdícios

Este passo é fundamental porque não há como implementar essa filosofia sem saber onde estão os gastos excessivos.

Procure onde está o desperdício e calcule-o, encontre as brechas que geram gargalos e trace estratégias de mudança.

Estudar seu plano de negócios pode ajudar a traçar as estratégias de maneira eficaz.

 

2. Analise todos os setores

É necessário conhecer todos os processos de cada setor da empresa para conseguir entender como o lean manufacturing será inserido de forma útil na rotina.

Reúna-se com gestores e busquem respostas para o que impede as melhorias e o crescimento da empresa, como está a gestão de processos, quais estratégias utilizadas até então e quais trouxeram melhores resultados.

Com estas respostas em mãos, apostar na redução de custos operacionais, investir em estratégias que já trouxeram bons resultados e eliminar aquelas que não surtiram efeito, ficará mais fácil.

 

3. Inserir um novo método de trabalho

Para novos resultados, é preciso a adesão de novos métodos.

Com base nas táticas desenvolvidas, aplique um novo fluxo de trabalho e acompanhe o passo a passo.

Assim, será possível entender os resultados e auxiliar os gestores em caso de dúvidas durante a implementação da nova filosofia de trabalho.

 

4. Saiba onde começar

Para que o lean manufacturing traga os resultados esperados, saber de que ponto começar é fundamental.

Defina a partir de que etapa da produção, a nova fórmula de trabalho deve ser iniciada e acompanhe sua implementação.

 

5. Acompanhe de perto

Para saber se as mudanças estão trazendo resultados, é necessário que os gestores estejam atentos à transformação.

Caso os colaboradores tenham dúvidas nesse início, cabe ao gestor saná-las e assim, não desviar o foco do objetivo principal.

Se a sua empresa está lidando com a baixa lucratividade, você pode estar lidando com desperdícios.

Se ainda não conhecia o lean manufacturing, agora é hora de colocá-lo em prática no seu empreendimento.

Precisa de ajuda para isso, conte com a Poli Júnior!

 

Conheça a Poli Júnior

A Poli, está há anos no mercado e conta com profissionais de diversos ramos e tem uma área dedicada somente a criação e a gestão de novos negócios.

Nossos especialistas vão te ajudar a tirar suas ideias do papel de forma estratégica, ouvindo seus pontos de vista e apontando as melhores soluções para que seu empreendimento seja lucrativo.

Fazemos planos de negócio com base em pesquisas de mercado, com dados confiáveis e usando tudo que a tecnologia pode oferecer a seu favor.

Com a nossa análise de informações importantes, público-alvo e mercado, podemos iniciar um plano de negócios mais efetivo.

Além disso, podemos incluir plano de marketing, plano financeiro e operacional na lista de serviços.

Ou seja, menos riscos e mais tempo para focar no seu empreendimento novo.

Caso seu negócio não seja recente, mas você precisa de uma consultoria especializada para alavancar seu empreendimento, na Poli, você encontra.

Conheça todos os nossos serviços e solicite um orçamento através de nosso site, basta clicar aqui.

 

Compartilhe esse post